Fatinha

Chegando a Amsterdam

In humor on 10/01/2011 at 3:03 AM

Querido Brógui

Acabo de chegar a Amsterdam, o hotel é muito gracinha, nao é closet como o de Londres, nem meia-bomba-no-terceiro-andar-sem-elevador como o de Paris. A propósito fiquei esses dias todos em Paris sem conseguir achar um canto onde houvesse internet. Minha caixa postal está explodindo e agora é que vou ver os seus comentários. O fato é que estou aboletada no hall do hotel escrevendo. Nao sei quanto tempo posso permanecer aqui, vou esperar o cara da recepcao me expulsar. Vou tentar entao colocar vc em dia, comecando por Paris, a cidade iluminada onde o vento faz a curva.

O ventinho de Paris me faz chorar. Nao de emocao, mas de dor no olhos. No primeiro dia estava bem friozinho, por volta de zero, mas depois esquentou bastante: mais ou menos 4 graus, chegando ate 7. Choveu e, segundo o cara do hotel, que fala um portugues com sotaque carioca, isso faz com que a temperatura aumente. Peguei apenas uma nevezinha sem vergonha no primeiro dia que nao deu nem pra sujar a bota.

Andei como uma condenada, vendo e revendo coisas. Dessa vez estava como pinto no lixo: eu e meu mapa somos grandes amigos e ele acabou a semana em frangalhos.

No primeiro dia, atravessei o Louvre, entrei no Jardin de la Tullerrie (nao sei se escreve assim), sai pelo outro lado, que desemboca na Champs Elisee (tb nao sei se é assim que escreve). Fui olhando as lojas maravilhosas daquelas grifes maravilhosas. Pensei em vender meu carro e comprar um chaveiro numa delas, depois pensei que de nada me adiantaria um chaveiro se eu nao tivesse chaves para nele por. No final da rua, sentei para admirar o Arco do Triunfo, tirei umas fotos (nao, Andre, nao vai rolar nada em tempo real) e segui para a Torre Eiffel.

Passei pelo Trocadero (vai acompanhando no mapa o quanto eu andei, ok?) e cheguei aos pés da Torre. Um vento de cair os olhos. Um monte de imigrantes vendendo miniaturas e outras coisitas, a mercadoria exposta no chao. Eu, só dando olé nos caras, eles sao muito invasivos e eu, carioca, mestre na arte evasiva. De repente, o maior barata-voa. Era a chegada do rapa frances, um policial de bicicleta, com um cassetete na mao. Foi muito engracado: todos os vendedores saíram correndo ao mesmo tempo, um pra cada lado, e, em segundos, todos haviam desaparecido. O rapa nao pegou ninguém, nem mercadoria nenhuma – parece até um certo lugar que conheco…

Vou indo agora. Lelena esta desmaiada aos meus pés, morta de fome. Mas, eu volto. Descobri que a internet aqui no hotel é liberada.

Anúncios
  1. Querida Kika
    Estou ciente de sua encomenda. Reze para que eu me lembre. hehehe
    Bjs
    Paz

    Curtir

  2. Querida Valerinha
    Engracadinha!!! To muito velha pra comecar a curtir maresia. Depois de amanha vou para a casa da Taninha. Vou dormir lá e passar a quinta feira toda com ela. Nao sei onde ela vai nos enfiar, esta com as criancas dela e mais duas de uma amiga. Mas ela convidou… já era. Estamos indo de mala e cuia.
    Bjs
    Paz

    Curtir

  3. Tem uns restaureantes muito legais, tem um indiano maravilhoso, mas não lembro o endereço. AH!Visite um coffeshop em Amsterdam, hehehehehe
    Mil bjs e aproveite.

    Curtir

  4. Putz… Vc andou tudo isso num único diazinho? É coisa demais. Muita mesmo. Nem um metrozinho? A Helena deve tá mooorta.

    Olha só: eu quero um pin de Amsterdam. Se vira!

    PS: Uma vez na Holanda, não deixe de provar os queijos daí. Eu os achei mais gostosos do que os franceses. Tem duas cidadezinhas muito próximas à Amsterdam, aonde dá prá ir de ônibus, ambas no mesmo dia, que são uma gracinha (beeem calminhas, ok?): Edam e Volendam.

    Have fun.

    Bjs, Kika.

    Curtir

  5. Poxa, Fatinha, taí um negócio que nunca imaginei foi que Paris tivesse camelôs. rsrs. A velha europa será que já não é a mesma em termos econômicos? Abraços e boas passagens. Paz e bem.

    Curtir

  6. Lelena estava com tanta fome que acabou pagando os olhos da cara em um restaurante que se diz argentino, mas eh uma verdadeira Babel da America do Sul, tem de tudo!!!!!!!!!!!!!! O cara cobrou (caro) ate pela pimenta. (nunca vi isso em lugar algum)
    Gente, desculpem-me, mas nao consigo encontrar os acentos nesses teclados.
    O Broqui esqueceu de falar sobre a franco-simpatia, mas ele ainda vai chegar la, ne Fatinha!!!!!!!!

    Curtir

  7. Caraca, que susto. Quando eu li “barata” pensei aqui com meus botões “PU*A MER*A!! Esses seres já estão aparecendo no inverno europeu!!!!” =O

    Vc vai AMAR Amsterdam.

    Bjs

    Curtir

O que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: