Fatinha

Em Veneza

In humor on 14/01/2010 at 5:12 AM

Querido Brogui

Depois de uma passagem meteorica por Frankfurt, Heidelberg, Friburg, Strasburg e Zurich, desemboquei finalmente em Veneza. Tambem pus os pes rapidamente em Milao e Verona.

As primeiras cidades que mencionei, sao fofissimas, parece tudo casinha de boneca e, se eu falei em neve em Londres e Paris, esquece. Neve mesmo e na Alemanha e Suica. Neve de atolar o pe, neve de fazer montinhos, com direito aquele tratorzinho que limpa as ruas. Nao se preocupe, nao senti frio, como ja disse, basta nao ventar que da pra aguentar direitinho.

Em Milao, dei de cara com os italianos. Que belos! Que belos! Mas nao dava tempo para admirar essas belezas naturais, tinha trinta minutos para ver a catedral que e uma coisa de louco! Toda de marmore. Fiquei embasbacada so olhando a fachada, isso depois de dar um ole num cara que queria me vender umas pulseirinhas. Olhei bem pra cara do negao e disse em portugues: Meu irmao , eu sou do Rio, nao vem querer me enrolar. Ele olhou pra minha cara e saiu de fininho. Nao entendeu o que eu disse, mas nada como uma entonacao malandro agulha pra intimidar esses picaretas. Bem, voltando a Catedral, mais uma vez meus olhos se encheram de agua.

Nao comentei com voce que sou uma chorona de museu. Nao choro por qualquer coisa, mas me coloca dentro de um museu, de uma igreja bonita, que me derreto toda. Hoje foi a mesma coisa quando entrei na Basilica de Sao Marco, em Veneza. Tenho que disfarcar pra ninguem ver que estou chorando e ter que explicar o porque. Chorei no British Museum, chorei no Louvre, chorei em Notre Dame, e assim vou despejando minhas lagrimas Europa afora. Ter contato com tanta coisa bonita, tao antigas, que sobrevivem a acao do tempo e do Homem, e algo que me toca.

Andei de gondola. Pechinchei com o gondoleiro, puxei da carteira metade do valor que ele havia me cobrado e la estava eu, com aquele italiano maravilhoso passeando pelos pequenos canais venezianos. Logicamente meus olhinhos ficaram marejados de novo. Ele nao cantou pra mim, mas me cantou. Perguntou se eu ia ficar por aqui essa noite e marcamos um encontro (ao qual nao vou, o hotel fica muito longe, fora da cidade). Me lembrei daquela musica que diz “um amor em cada porto”. Em Londres tambem deixei um me esperando. Fazer o que? Quem manda ser garota carioca suingue sangue bom?

Depois fiquei circulando pela cidade que e linda, linda. Umas ruelas pequenas que desembocam em largos, depois mais ruelas e mais casinhas com aquela cara de que vao despencar a qualquer momento. Fiquei louca pra comprar uns cristais de murano, mas nao quis arriscar ficar arrastando cristais pra la e pra ca. E as mascaras? De ficar vesga de tao bonitas.

Vou cortar o papo por aqui. So tenho direito a trinta minutos de internet, depois vao me cobrar os olhos da cara por cada minutinho e preciso dos meus olhinhos para seguir viagem e chorar mais um pouquinho.

Bjs

Paz

Anúncios
  1. Não, Fatonha,
    Fala sério… vc deixou mesmo o carcamano esperando? Não pode ser! Vai, conta pra mim, só pra mim aqui nesse “reservadíssimo espaço cibernético”: foi vc que cantou ele, não foi não? Aí ele não te deu bola e vc tá fazendo uma revanche, né? Vai, desabafa… Não, pq não pode ser. Dispensar um italiano gostosão é coisa de mulher maluca!
    Já sei, neve demais na sua cabecinha. Tudo bem, eu perdoo. Acho bom vc voltar logo pro calorão de sua terrinha natal pq pelo visto esse frio todo CONGELOU O SEU CÉREBRO!
    Fatonha, vc está muito doente!!!
    Volta logo que é pra recuperar o juízo e pq tô louca pra te ver!!!
    Saudades,
    Mônica

    Curtir

  2. Fatonha,

    Uma vez eu estava na Alemanha, entrei num bar e depois de uns poucos minutos constatei que o homem mais bonito do local era o barman. Charmosérrimo, interessantérrimo e… italiano é lógico!
    bjs, Mônica

    Curtir

  3. Adorei saber que você está apreciando todos esses lugares maravilhosos da Europa.Curta bastante e o próximo encontro não deixe ninguém esperando.Bjs

    Curtir

  4. Fatinha,
    Fala a verdade, vc. não foi encontrar o italiano? rs rs rs… Aproveite a neve, porque aqui tá fazendo um calorzão! É muito bom mesmo conhecer tudo aquilo que a gente sempre viu nos livros… O passado que ainda existe no presente.
    Bjs.

    Curtir

  5. Amiga aproveita, que aqui está tudo sob controle! Mil beijos!

    Curtir

  6. Em tempo:
    Corrigindo o comentário acima, . Se não mostrar as fotos não acredito, esqueco o de escrever o não, rsrsrs…
    E citei o S. Tomé, saiu Romé, rsrsrs…
    Ah! As lágrimas não rolaram do seu rostinho qndo chegar em Terra Brasilis, estava brincando, elas evaporaram numa velocidade estonteante, qqndo vc desembarcar, por isso colírio na mão.
    Mais beijos e divirta-se.

    Curtir

  7. Olha só amiguinha, não pega bem essa de marcar e não aparecer, conhece a lei do retorno?
    Pois é, e vai retornar qndo vc estiver em casa, no Brasa mesmo, aí, não adianta chorar o toco que deu nos gringos, isso volta viu? Qndo estive em Berlim conheci um italiano muito louco, muito legal, que me apresentou alguns lugares legais que nenhuma agência de turismo tem no pacote. Ah, e não fui confundida com garota de programa, não tenha medo, hehehehehe.
    No mais, tá tirando foto? Inclusive dos pobres que levaram o toco? Vc aparece nas fotos? Se trouxer fotos, é tudo mentira!! Fruto da sua preciosa imaginação! Sou como S.Romé, preciso ver para crer.
    Milhões de beijos e aproveita esse friozinho maravilhoso, na 2ª feira, um relógio na cidade , perto da Central, marcou 48°, e a sensação térmica de 55°, saudades do verão tropical? Vc vai chorar é na volta prá casa, por isso suga tudo que puder.
    Mais beijos.

    Curtir

  8. E vc vai deixar o italiano esperando? Afinal, que brasileira é vc? rsrsrs… ai, ai, homens italianos…

    Curtir

  9. E a Fontana de Trevi? E a Fontana de Trevi? aposto que vai transbordar com as lagrimas!!!

    Curtir

  10. Estive em alguns poucos lugares pelo mundo, mas sei exatamente como voce se sente. Uma coisa é ver uma foto, outra é estar ali e descobrir que estas coisas maravilhosas existem mesmo, e vivenciar que o mundo e o ser humano vão muito além do que vemos em nosso grande país tropical. Estas experiências são emocionantes, e seguramente, acho que estão entre as melhores coisas da vida! Aproveite bastante! Abraços e beijos

    Curtir

  11. Espera vc entrar na Basílica do Vaticano. Se nas outras os olhinhos marejaram, nessa vc vai verter lágrimas mesmo!!

    Aliás, o homem mais lindo q eu já vi na vida foi um policial em Veneza. Tb deu vontade de chorar. rsrsrs

    Os italianos adoram a mulher brasileira. E são LINDOS!!!! Vê se marca e aparece no próximo, hein?

    Bjs

    Curtir

  12. Na verdade acho que era o “nativo” que queria se aprofundar na nossa “cultura”………………..Hahahahahahahah

    Curtir

  13. Por que a garota carioca está tão arisca? Aprofundar-se na cultura local com os “nativos” é a melhor maneira de conhecer um lugar. Além disso, me dá um orgulho “danado de bom” saber que a mulher brasileira é um arraaaso!
    Um amor em cada porto, nossa revanche!!!
    muitos bjs

    Curtir

O que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: