Fatinha

Brógui chato

In humor on 14/01/2014 at 8:28 PM

Querido Brógui,

Tu ficas me cobrando uma edição nova. Mas estou no vácuo criativo, entenda. Também, falar sobre o quê?

Um calor filhodaputa aqui no Rio. Aí eu vou ter que dizer que dá pra fritar um ovo no asfalto, que já amanheço suada, que quero cortar o cabelo com máquina um, que fui à praia e fiquei embaixo do chuveirinho porque o mar estava congelante e fiquei com medo de ter um choque térmico, blábláblá. Chato.

Posso também falar do Maranhão, ou melhor, daquela Famiglia que se apossou do estado como se fosse sua propriedade privada, que tenta justificar o injustificável e vive há meio século mamando nas tetas do Poder e que não tem doença que os mate. Chato.

Ou então que vai começar mais um BBB, uma Odisseia até onde nenhum ser pensante jamais foi, com suas bundas e festas e bebedeiras e pegação e filosofias de beira de rua e sei lá mais o que porque nunca vi. Chato.

Que uma das Universidades mais antigas do Rio vai ser fechada, por ordem do MEC, em um país que supostamente quer ser desenvolvido, mas que ainda não descobriu que sem educação não rola, que sem livros não rola, que sem estudo não rola. Chato.

Posso ainda dizer que ano que vem tem um porrão de feriados, sem contar a Copa e que pão e circo é coisa tão antiga e tão funcional que ninguém percebe que tá sendo enrolado, que a tal da Copa é um ralo de dinheiro público, que estão construindo estádios no meio do nada, que construir escolas e pagar salários dignos aos professores com esse dinheiro sairia muito mais barato (mais barato inclusive do que construir presídios de segurança máxima ou mínima ou média ou qualquer merda do gênero, além do que sustentar bandido é mais dispendioso que custear uma criança em horário integral numa escola de qualidade). Chato.

Ou posso comentar que seria melhor ser surdo a ouvir do Prefeito que o transporte público é uma zona, mas que devemos deixar o carro em casa e que os alagamentos decorrentes das chuvas são normais e que é mais seguro ficar em casa (junto com o carro) e que o Governador ao que parece se mudou de mala e cuia pra Paris, levando com ele o nosso helicóptero já que ele acha muito justo ter que usar com sua família porque afinal são pessoas muito visadas e foda-se o mundo porque o nome dele não é Raimundo. Chato.

Uma ideia puxa a outra e posso requentar a história do implante do cabelo, que, aliás, ficou uma bosta. Ou dos cartões de crédito corporativos, que ainda existem (!!!!!!) ou dos gastos não declarados do Governo Federal ou do auxílio moradia dado a quem não precisa ou do aumento aos comissionados do Legislativo, enquanto os servidores concursados esperam a votação da lei. Chato.

É. Tô chato mesmo.Melhor ficar em silêncio.

Anúncios
  1. Parabéns pelo texto! Muito bom mesmo! Ácido na dose certa!

    Curtir

  2. Mandou bem….
    Bjs

    Curtir

  3. ADOREI!!!
    PERFEITO!!!
    Raul estava certo e você também. Eu acho tudo isso um saco…
    Até no vácuo criativo, o texto está ótimo

    Curtir

  4. Ééé´… pelo visto azedou mesmo! Mas também, parte da culpa é sua: quem manda morar num tal de Brasil?!

    Curtir

O que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: