Fatinha

Archive for 28 de fevereiro de 2011|Daily archive page

Variedades do Brasil, em Brussels

In humor on 28/02/2011 at 8:29 PM

Querido Brógui,

Tomei coragem para olhar e tentar organizar meu álbum de fotos da viagem. Achei essa daqui. Uma lojinha, em Brussels, de produtos brasileiros. Legal, né?

Anúncios

A que ponto cheguei!!!!

In humor on 28/02/2011 at 5:30 PM

Querido Brógui,

Na hora do almoço, ligo a televisão para distrair os olhos. Naquele canal, o noticiário esportivo mostrava pela milionésima vez o bonde do Mengão sem freio e seu “muso” Ronaldinho. Troquei para a emissora concorrente e lá estava Wagner Montes entrevistando a mãe loira do funk, ex-vereadora, Verônica Costa, acusada de torturar o marido com requintes de crueldade. Atraída pelo mondo cane, não resisti e fiquei assistindo ao depoimento da moça.

Entre lágrimas e fungadas ela negou todas as acusações, disse que o marido estava mentindo, que ele era um drogado, ladrão, aproveitador, espancador, covarde e por aí vai. Fiquei com pena dela. Pareceu mesmo sincera e vítima de um camarada que quis se vingar porque ela não pagou suas dívidas com os traficantes. Só ficou meio esquisito porque ela não soube explicar por que ficou tanto tempo casado com o inimigo.

Finda a entrevista, fui voltando os canais pra ver se o bonde do Mengão sem freio já tinha passado e dei de cara com Cidinha Campos entrevistando, pelo telefone, sabe quem? O marido, Márcio Costa, que vem a ser sobrinho do ex-marido, Rômulo Costa – a propósito, o primeiro afirmou que seu relacionamento com a Verônica Costa começou ainda na constância do seu casamento com o segundo. Alto nível.

Numa sincronia perfeita, acabou a entrevista da mulher num canal, começou a do marido no outro. O agredido, cuja ocupação não consegui apurar, confirmou todas as acusações, disse que a mulher estava mentindo, que nunca tinha roubado nada, que não era drogado, que nem bebia e pra entornar mais o caldo mencionou uma série de episódios de descontrole da suposta agressora. Fiquei com pena dele, pareceu mesmo sincero e vítima de uma camarada descompensada e chegada a uma pancadaria. Só ficou meio esquisito porque ele não soube explicar por que ficou tanto tempo casado com a inimiga.

Para dar um tempero todo especial ao furdunço, está rolando um entrevero entre a Verônica e a Cidinha. Tá sabendo não? Então vou contar: Verônica disse a Wagner que ia processar as pessoas que estavam falando dela, julgando-a, que ela não merecia isso, que estava sendo desrespeitada. O recado foi pra Cidinha, que, logicamente viu o programa do Wagner e respondeu em tom desafiador que a outra podia processar à vontade, que ela não tinha medo, que ela disse e repetia que a Verônica era uma irresponsável, blábláblá e blábláblá. Ainda deu uma debochada, mandando trancar a porta do estúdio porque perigava a loira ir lá pra quebrar tudo. Suuuuuper alto nível.

A essa altura, o garfo estava parado no ar entre o prato e a minha boca, aberta, tamanho show de baixaria em pleno horário de almoço. E não é só isso, eu estava amarradona, querendo saber todos os detalhes sórdidos da história.

A que ponto cheguei!!! Eu, metida a intelectual, que não lê Caras nem vê Big Brother, toda empolgada com um babado subsubmundo e ainda discutindo quem era o mentiroso da parada!!! Antes tivesse ficado vendo o bonde do Mengão sem freio…

PS: Putz! Já ia esquecendo de contar que a Cidinha perguntou pro Márcio Costa se iria ter problemas sexuais porque suas partes íntimas foram alvo do ataque supostamente perpetrado pela louca furiosa. Faltou pedir pra ele mandar uma foto da sua genitália desnuda. Que coisa fina, não?

%d blogueiros gostam disto: