Fatinha

Archive for dezembro \24\UTC 2009|Monthly archive page

Feliz Natal

In humor on 24/12/2009 at 1:08 AM

Querido Brógui

Essa foto é do Presépio que vejo desde que me entendo por gente – acho que até antes disso. Não deixamos de montá-lo todos os anos para lembrar quem é o homenageado da festa. Quando penso na cena do nascimento de Jesus, é exatamente essa daí que o ilustra, com Maria e José ao seu lado, os Reis Magos, os bichinhos na manjedoura.

Um Feliz Natal para você. Que o Menino Jesus o abençôe e àqueles a quem ama.

Anúncios

Inverno europeu

In humor on 22/12/2009 at 9:20 AM

Querido Brógui

Essa foto lindíssima mostra a quantas anda o inverno europeu. A pobre da Torre Eiffel está praticamente encoberta. Dizem que até picolé está usando cachecol essa semana. O que você tem a ver com isso? Nada. Eu tenho. Sexta-feira, se o aeroporto Charles De Gaulle estiver aberto, estarei desembarcando em Paris.

O que?

Isso mesmo que você ouviu. Vou passar uns dias no Velho Continente, tomando um banho de cultura, de civilização e de neve. Medo do frio? Imagine. Nada mais normal para o corpo humano do que se adaptar a uma mudança de mais ou menos quarenta graus na temperatura ambiente. Vou anoitecer dentro de uma fornalha e amanhecer num freezer.

Tentarei manter você a par das minhas andanças. Não poderei fazê-lo em tempo real como queria,  faltou dinheiro pra comprar um netbook fofinho e levinho de oito polegadas – mas comprei uma máquina fotográfica. Sempre que tiver um computador dando mole, matarei as saudades lhe contando tudo e, com sorte, ainda vou conseguir postar umas fotos.

Tenha um final de ano cheio de paz, ou melhor, um ano de 2010 cheio de paz. Melhor ainda, um vida inteira cheia de paz.  E sorrisos. Espero que continuemos nos divertindo juntos, brincando juntos e falando mal dos outros juntos por muito, muito tempo ainda.

Beijos

Paz

Fatinha

Defenda os animais domésticos no Brasil. – WSPA – Sociedade Mundial de Proteção Animal

In humor on 15/12/2009 at 1:54 AM

Querido Brógui,

Mais uma vez venho pedir que gaste trinta segundos do seu tempo para lutar por uma boa causa. Dessa vez é para impedir que os maus-tratos contra animais domésticos seja descriminalizado. Os animais domésticos merecem tanto proteção quanto os silvestres, não acha?

Basta clicar no link abaixo, que é o site da Sociedade Mundial de Proteção Animal e assinar a carta.

PS: uma contribuição de Roberta

Defenda os animais domésticos no Brasil. – WSPA – Sociedade Mundial de Proteção Animal.

O polvilho antisséptico

In humor on 14/12/2009 at 2:17 AM

Querido Brógui,

 Sabe aquelas coisas que você diz e depois se arrepende amargamente de tê-lo feito? Sabe aqueles pequenos gestos de gentileza que se voltam como armas para você? Pois é. Caí numa cilada dessas. Disse para uma amiga algo do tipo: “Vou passar uns dias aí com você. Alguma encomenda?” Danou-se. Ela não sacou que eu estava perguntando só por perguntar e me fez um pedido. Quer que eu leve um maldito de um talquinho, o tal do polvilho antisséptico. Sabe aquele famoso? Mas não é aquele da latinha amarela, é um tal que vem numa latinha branca. Ah, tá.

 Começou a minha via-crúcis atrás do tal produto. Como não o encontrei com facilidade, assuntei com algumas pessoas e ninguém jamais viu o tal do polvilho na embalagem branca. Mandei um e-mail pra ela, perguntando se ela tinha certeza de que o que estava me pedindo de fato existia. Ela confirmou, disse que era pra uso infantil e até tirou uma foto do dito cujo, anexando-a na resposta.

 Bem, provada estava a existência da coisa, o que em nada facilitou a minha tarefa, porque ainda não a encontrei em nenhuma farmácia, supermercado, perfumaria, hortifruti. Já descobri que existe, além daquele com a embalagem amarela, um com a embalagem verde, outro rosa, outro azul. Branco, não. E agora? Será que se eu não levar o talquinho ela não vai me deixar dormir na casa dela? Será que vou ter que ficar ao relento e acordar com o cachorro lambendo a minha cara?

 Então, está dada a dica: contenha seu impulso de se fazer passar por uma pessoa educada e solícita. Liberte seu lado brucutu e, quando for passar uns dias de favor na casa de um amigo, ofereça-se no máximo para comprar o pão de manhã, não sem antes se certificar de que a padaria não fica localizada a milhas de distância da residência, no topo de uma ladeira íngreme, com chão de terra batida e que só aceite dinheiro trocado.

 PS: Essa edição é dedicada à Querida Ciça, seguindo a máxima de que “perco o amigo, mas não perco a piada”.

 PS 2: Se alguém aí souber onde encontro o tal do polvilho antisséptico da latinha branca, que tem a foto de um bebê e vem escrito que previne assaduras, por favor, me tire dessa roubada.

 PS 3: Bebê? Assaduras? Talquinho? Pra que diabos a Ciça quer isso? É melhor nem perguntar…

Contra a anistia aos torturadores

In humor on 11/12/2009 at 12:35 AM

Querido Brógui,

É só um instantinho.

Entre aqui  http://www.ajd.org.br/contraanistia_port.php e, em trinta segundos, você estará lutando para que os Direitos Humanos das vítimas também sejam respeitados. Tô meio de saco cheio de só ouvir falar nesses Direitos quando se trata de defender a “dignidade” de bandidos. Bah!

PS: uma contribuição valiosa da Querida Jackeline

Qual é o nome do santo?

In humor on 10/12/2009 at 8:57 AM

Querido Brógui

Tem santo padroeiro pra tudo. Qual é o santo para pedir proteção pro micro? Sabe o que acontece? Eu sou muito cuidadosa, não faço grandes gracinhas no computador: vejo emails, escrevo pra você, brinco de paciência. Só. Mas, vez por outra, o bicho morre.

Dessa última vez, o problema foi superaquecimento da máquina. Ela ficou com os miolos fervendo e parou de funcionar. O técnico disse que a temperatura passava dos cinquenta graus! Perguntei se não dava pra dar uma novalgina, uma aspirina, um antitérmico qualquer. Não, não dá. Vamos tentar colocar uma ventoinha, se não funcionar… Tudo bem, tenho o notebook, eu me viro. Aí…

… O note também deu seu último suspiro uma semana antes de expirar a garantia. Ufa! Meu querido irmãozinho se despencou com o de cujus lá para os cafundós, para a única autorizada que fazia o serviço, no último dia do prazo. Não sei ainda qual foi a pereba. Tenho que ligar para a loja para saber o diagnóstico e se ele tem salvação.

Estou aqui usando emprestado o note da Helena. Não posso mensurar o quanto ela foi gentil (ou apenas ingênua por não perceber que está lidando com uma serial killer de computador) tirando-me das trevas do mundo sem internet. Em homenagem a ela, por favor, para qual santinho devo começar a rezar?

Happy Xmas

In humor on 10/12/2009 at 3:27 AM

Querido Brógui

Para um momentinho de reflexão sobre o mundo, sobre o que fazemos a ele e aos que nele moram.  Não temos o poder de mudar o macro, mas podemos interferir no nosso microcosmos e fazer dele um lugar – se não pleno de felicidade – ao menos viável.

Bjs

Paz

%d blogueiros gostam disto: